Pressão de sindicatos de professores não adia reabertura de escolas no país

Folha de São Paulo

Contrários à reabertura das escolas neste ano, sindicatos de professores de várias regiões do país aprovaram greve e recorreram à Justiça, mas não conseguiram adiar o retorno. A insegurança dos docentes, no entanto, faz com que a adesão de volta às aulas seja baixa.

Primeiro estado a reabrir as escolas estaduais, o Amazonas enfrenta greve de professores desde 10 de agosto, quando retomou as aulas presenciais para os alunos do ensino médio de Manaus. A paralisação não impediu a volta das atividades, mas adiou o retorno para as demais etapas de ensino.

https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2020/09/pressao-de-sindicatos-de-professores-nao-adia-reabertura-de-escolas-no-pais.shtml?origin=uol

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *