A importância da leitura para o aprendizado

O Povo Online – 12/07/13

Leitura sala de aula

A leitura realizada em muitas escolas ainda é vista como algo completamente sem interação, o aluno se mantém numa postura de leitura silenciosa, de cópias e não possui a oportunidade de expor sua opinião, enquanto a que prevalece em sala é a percepção do professor, esquecendo de que o aluno também tem sua história e sua vivência enquanto ser pensante. O que fazer para mudar? Como contribuir para uma aula mais dinâmica? O que fazer para chegar mais próximo do aluno e interagir com ele? É disso que trata a coluna de hoje, que fala do prazer que se tem em guardar de vez as práticas mecanicistas e o costume que se tem em memorizar regras, sem conhecer ao menos o que é de verdade, uma postura atuante diante da leitura.

A leitura e o Futuro

Informe aos alunos da possibilidade de todos eles serem leitores permanentes, assim, no futuro, quando se tornarem profissionais de qualquer área, possarão a ter uma atuação de leitores proficientes e contribuir com outros leitores em desenvolvimento.
Leitura e afetividade
A afetividade é um instrumento infalível para que o prazer de ler se torne verdadeiro na vida dos alunos, e que os traumas não sejam vivenciados por eles nas creches, escolas, ONGs e universidades. No entanto, caso ocorra, a cada dia em suas vidas estudantis, há uma oportunidade de buscarem outras formas de práticas de leituras, de estarem com os livros que se identificam e aproveitar o prazer que eles oferecem. E claro, esforçando-se para serem bons alunos, sem perder a graça pela vida que eles mesmos possuem fora do ambiente escolar.


A leitura e o compromisso

O aluno precisa assumir o compromisso consigo mesmo e realizar dentro de si, a construção de um sentido pessoal através do ato de ler. E, mesmo com a influencia de professores, colegas de classe e o sistema de ensino, fazer sua própria história dentro do universo que é a leitura.

A leitura e os resultados
O aluno que passa a ter contato com a leitura de livros, revistas e jornais, terá um melhor desempenho nos resultados da escola. Por conta disso, a leitura precisa ser encarada com seriedade e um tempo de estudo precisa ser reservado para o ato de ler.
Conclusão
Assim, o aluno leitor será protagonista do seu próprio aprendizado, encontrando na escola ou em outro lugar que proporcione o ato de ler, a possibilidade de serem verdadeiros estudantes atuantes nesse mundo de constante transformação.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *