Balbúrdia, plantação de maconha e bloqueio de recursos: os ataques de Weintraub às universidades

O Estado de São Paulo

Nomeado para comandar o Ministério da Educação em abril de 2019 após a gestão relâmpago de Ricardo Vélez Rodríguez, o ministro Abraham Weintraub assumiu o cargo dizendo que iria “acalmar os ânimos” e “pacificar” o MEC. Com menos de um ano na frente da pasta, Weintraub coleciona polêmicas – da acusação de “balbúrdia” nos câmpus das universidades federais à declaração de que há plantações de maconha nas unidades de ensino, passando por cortes no orçamento e restrição a pesquisas – e um pedido de impeachment.

https://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,balburdia-plantacao-de-maconha-e-bloqueio-de-recursos-os-ataques-de-weintraub-as-universidades,70003203018

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *