Sem reforma ortográfica

Sem reforma ortográfica
Valor Econômico, 17 de julho de 2009

O espírito combativo dos acreanos manifestou-se quinta-feira, quando, em reunião na Assembleia Legislativa do Estado, oficializaram a decisão de não obedecer o novo acordo ortográfico. Pelas novas regras gramaticais, o gentílico acreano deve virar “acriano”.

Em sessão lotada, membros da Academia Acreana de Letras (AAL), da Universidade Federal do Acre (Ufac) e políticos decidiram não respeitar o acordo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *