Investidores do online

Carlos Lordelo, do Estadão.edu – 25 de fevereiro de 2013 

Grupo editorial Macmillan aposta na expansão dos sites brasileiros Veduca e Easyaula

Duas startups de educação brasileiras receberam neste mês um aporte de recursos do grupo editorial Macmillan. O investimento – cujo valor não é divulgado – será usado para expandir as operações dos portais Veduca, de videoaulas, e Easyaula, que reúne cursos de qualificação profissional. Por trás das empresas estão ex-alunos do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

Carlos, do Veduca (à esq.), e Matthias, da Macmillan - Epitácio Pessoa/Estadão-24/1/2013

Epitácio Pessoa/Estadão-24/1/2013
Carlos, do Veduca (à esq.), e Matthias, da Macmillan

Segundo o alemão Matthias Ick, diretor da recém-criada unidade de educação digital da Macmillan, a companhia tem “planos ambiciosos” para o País. “Os brasileiros estão ansiosos para experimentar novas maneiras de aprender”, diz.

O Veduca oferecerá cursos com certificação a partir do mês que vem. A iniciativa, afirma o sócio-fundador Carlos Souza, consolidará a startup como a primeira plataforma brasileira de Moocs – sigla em inglês para cursos abertos online massivos, a nova febre da educação a distância e que tem como expoentes os portais norte-americanos Coursera e edX.

Parte da verba da Macmillan é usada na reformulação do site. A nova versão da página poderá ser testada antes por quem se cadastrar no link www.veduca.com.br/beta. Souza diz ainda que o investimento servirá para acelerar o trabalho de legendar as aulas – o portal reúne 5,3 mil vídeos de universidades de elite, principalmente dos EUA, e também de palestras do TED.

Já o Easyaula (www.easyaula.com.br) funciona como um elo entre professores e alunos. No site é possível anunciar cursos de qualificação em tecnologia e negócios. “O mundo está mudando rápido e tem um monte de práticas e ferramentas novas surgindo que a escola tradicional não consegue ensinar”, afirma o fundador da empresa, Diego Alvarez.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *