Formação de docentes não contempla o uso de novas tecnologias

 

 Portal Aprendiz – 03/04/13

Quando o debate é a chegada da tecnologia em sala de aula, a ideia de “professores analógicos” em escolas com “alunos digitais” sempre volta à tona. A formação docente ainda não contempla as novas realidades e desafios trazidos pelos recursos tecnológicos incorporados ao dia a dia.

Por conta de lacunas na sua formação, os professores chegam defasados com relação ao uso da tecnologia. “Graduações e licenciaturas atualmente em seu currículo tratam a tecnologia e seus recursos de maneira superficial, pois a formação desses profissionais dá-se a partir de embasamentos teóricos, não relacionando a prática com a real função das tecnologias na educação”, diz a presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação, Maria Nilene da Costa.

A presença de recursos digitais tem avançado nas escolas do país, segundo a educadora, contando inclusive com projetos do Ministério da Educação (MEC) e das esferas estaduais. “O docente que está iniciando a carreira ainda se depara com dificuldades de inserir o uso das tecnologias e recursos midiáticos de maneira interdisciplinar, reproduzindo as aulas tradicionais.”

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *