Escola de Nova York usa tecnologia avançada para educar alunos

Jornal da Globo – Edição do dia 29/03/2013 – Elaine BastNova York, EUA

Cada estudante tem seu computador para receber tarefas on-line.
Quem faltar pode acompanhar as aulas, ao vivo, de casa. 

Inaugurada em setembro, uma escola deNova York, apostou em tecnologia avançada de comunicação para educar os alunos, com bons resultados. A instituição fornece um computador para cada aluno para que eles um recebam as tarefas on-line, diretamente do laptop do professor. A ideia é exportar o modelo da escola pelo mundo. No Brasil, a unidade de São Paulo deve ser inaugurada em 2016.

A mesa circular é para que todos participem das discussões os estudantes mandam as observações para a tela. Vinte e sete mil já foram digitalizados. A escola investiu US$ 2 milhões em tecnologia, com a ajuda de patrocinadores. Uma sala de controle monitora as atividades dos alunos e rastreia cada computador.

Todas as salas de aula têm uma câmera, por isso, se um aluno faltar porque está doente, por exemplo, poderá acompanhar as aulas on-line sem perder nada do que acontece na sala.

Cada estudante tem uma senha para poder assistir a tudo, ao vivo, de casa. Pode ver também as aulas mais importantes, que são gravadas. O diretor da escola, Alan Greenberg, diz que a escola introduz a tecnologia de modo que os alunos possam aproveitar ao máximo o que este novo mundo oferece, estando sempre na fronteira do conhecimento. Ele explica que os professores já tinham intimidade com novas tecnologias, mas receberam cinco semanas de treinamento para se adequarem à proposta.

Para o professor da universidade de Nova York, Yang Passel, especializado em mídia digital, há muitas vantagens em se usar a tecnologia na sala de aula. “Ela pode tornar temas abstratos reais, simulando dentro da sala de aula experiências nunca vividas. Também pode ajudar a identificar e trabalhar especificamente nos pontos fracos de alunos”, destaca.

Para Passel, é preciso equilibrar o tempo que a criança passa em frente ao computador com outras atividades, como por exemplo, esportes. Ele alerta que os pais têm que ficar de olho no que os filhos estão fazendo on-line.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *