Ensino colaborativo: plataformas online unem professores e alunos

 Do UOL, em São Paulo* 05/08/2013

 Uma série de plataformas online promete ligar pessoas que querem aprender aos que têm algo a ensinar. Conhecida como crowdlearning, trata-se de uma ferramenta de ensino colaborativo, que permite trocas de informações sobre diversos assuntos.

Nesses ambientes, é possível encontrar desde um professor particular até montar um evento para discutir um tema específico. Os assuntos também variam bastante: os sites reúnem pessoas em busca de aprender idiomas, economia e até trabalhos manuais.

Confira alguns sites de ensino colaborativo:

No Iscola, o aluno se interessa por um curso e um e-mail é enviado automaticamente ao professor. A partir daí, os dois combinam os detalhes das aulas. A vantagem, dizem os responsáveis pela plataforma, é que não é preciso formar uma turma com um número mínimo de participantes. O espaço ainda se propõe a reunir de maneira informal assuntos que talvez não fizessem sentido ensinar tradicionalmente, mas que podem ser de interesse do público.

Ao todo são mais de 20 áreas diferentes, como economia, literatura, conteúdos de escola, idiomas e até coisas estranhas. Os cursos são os mais variados possíveis, que ensinam desde como fazer sushi, tocar guitarra, falar italiano, abrir uma cerveja com o olho, aprender passos de tango, entre outros assuntos.

Já o site Cinese.me tem o objetivo de ajudar pessoas a planejar encontros para compartilhar experiências e debater temas. Diferente de outros ambientes, aqui a ideia não é oferecer tutorias nem aulas particulares.

Qualquer um pode se inscrever pelo site sem nenhum custo e propor um encontro sobre um tema que queira discutir. O proponente define assunto, data, local e preço. Automaticamente, uma página de encontro é criada e vai para uma sessão que reúne os eventos propostos. Na página, o usuário pode buscar encontros por localidade ou por tema. Se encontrar algo que lhe interesse, ele pode interagir e, por fim, se inscrever. Os encontros podem ser gratuitos ou cobrados.

Qualquer pessoa pode ainda propor aulas sobre o tema que queria ensinar ou aprender no ambiente do Nós.vc. No site, é possível sugerir um encontro sobre um tema e colocar a sugestão em votação para ver se outras pessoas se interessam. Se a proposta recebe “estrelas” suficientes, ela passa para a etapa de inscrições e recebe o suporte do Nós.vc para a organização do evento.

(*Com informações do Porvir)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *