Bangladesh investiu na educação dos mais pobres e agora colhe os frutos

Gazeta do Povo

Para alcançar sucesso em sua aposta na educação universal, o governo local precisou lidar com um desafio cultural: convencer as famílias, especialmente das zonas rurais, a permitir que suas filhas estudassem. O esforço vem sendo recompensado. Se em 1998 apenas 39% das meninas em idade para estar no ensino médio se encontravam matriculadas, em 2017 esse percentual havia saltado para 67%.

https://www.gazetadopovo.com.br/ideias/bangladesh-investiu-na-educacao-dos-mais-pobres-e-agora-colhe-os-frutos/ 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *