Atlas do Desenvolvimento Humano mostra melhora da educação em metrópoles de SP

1/7/2015 -Da Agência Brasil

Em dez anos, o acesso à educação melhorou significativamente nas regiões metropolitanas de Campinas, da Baixada Santista e do Vale do Paraíba. A constatação foi feita a partir da divulgação dos dados detalhados dessas localidades no Atlas do Desenvolvimento Humano. Além das cidades paulistas, também foi lançada hoje (1º) as informações sobre a cidade de Maceió (AL) e os municípios.

Apesar da evolução ter sido mais expressiva nos indicadores de educação, também houve melhora nos outros itens que compõem o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Segundo a pesquisadora do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), Bárbara Marguti, foi observada ainda uma redução das desigualdades, tanto dentro das regiões metropolitanas, como entre as diferentes metrópoles.

— A gente vê que há avanços em todos os índices e subíndices da plataforma. A gente observa redução das disparidades entre as 20 regiões metropolitanas, entre as sedes das regiões metropolitanas e os IHDs dos municípios do entorno e redução de disparidade nas três dimensões do atlas: longevidade, educação e renda.

O IDH em educação é definido a partir da escolaridade da população em diferentes faixas etárias.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *