“A crise da escola é a crise da democracia”

El País/Brasil

Henry Giroux (Providence, EUA, 1943), um dos acadêmicos mais reconhecidos no Canadá e um dos impulsionadores da chamada pedagogia crítica, tem um discurso radical sobre as falhas do sistema educacional. Ele não fala dos resultados dos exames PISA, que medem o conhecimento em ciências, matemática e compreensão leitora dos alunos de 15 anos de idade nos países da OCDE. Aliás, considera que provas padronizadas são uma estratégia da direita para desviar a atenção do “verdadeiro” problema da educação: não fomentar o pensamento crítico, de modo a criar cidadãos “conformistas” que não exijam nada das autoridades.

https://brasil.elpais.com/brasil/2019/05/09/internacional/1557407024_184967.html

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *