90% acham que escola integral é ‘necessária’

Folha de S.Paulo – Cotidiano – SABINE RIGHETTIDE SÃO PAULO
 
Resultado é de pesquisa nacional do Datafolha

Nove em cada dez brasileiros consideram escola em período integral necessária para a educação das crianças.

O resultado está numa pesquisa nacional do Datafolha feita para a Fundação Itaú Social com 2.060 pessoas. A margem de erro é de dois pontos.

A resposta surgiu quando os entrevistados foram apresentados à definição de “educação integral” como “escolas em que os alunos ficam mais horas por dia, com atividades diversificadas”.

Ao todo, 36,3% nunca tinham ouvido falar em educação integral –a maioria desses pertence a classes mais baixas. “Precisamos disseminar o conceito de educação integral”, explica Patrícia Mota Guedes, gerente de educação da fundação.

Apesar de ser desconhecida por mais de 1/3 dos entrevistados, a escola integral está prevista no PME (Programa Mais Educação), de 2007, mas é rara no país. Isso porque a maioria das escolas tem dois turnos.

A pesquisa mostra que parte dos entrevistados faz, espontaneamente, uma associação do estudo integral com melhora da educação (34%) e com ocupação do tempo livre (30%). Ainda 23% dos brasileiros fazem uma associação da escola integral com redução de criminalidade e de violência.

Entre quem julga que a educação em período integral é desnecessária (10% da amostra), uma das justificativas é que passar tempo com a família é importante.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *